Bora ser feliz! 😊✌

Anúncios

Mesmo que não houvesse “praia”

Após uns dias melhores, mais animada, ontem acordei já exausta, e o desânimo caiu sobre mim com toda força me fazendo chorar copiosamente todas as minhas pitangas.

A tarde fui procurar um filme e comecei a assistir a vida de Santa Hildegarda. Não sabia nada dessa santa. Me confortou bastante.

Uma coisa que não posso esquecer, é que todos os grandes santos foram também grandes sofredores. A santidade é um caminho estreito e desconfortável, por isso poucos o desejam e nele caminham de fato. Sofrer todos sofrem, mas saber sofrer com santidade é para os que verdadeiramente se entregam ao amor de Deus que está no comando e sabe, na sua soberana sabedoria, o que faz e o que permite para o nosso bem.

Outro dia também assisti um filme gospel chamado “Você acredita?” Com ele pude perceber melhor como tudo que nos acontece tem um propósito para um benefício futuro, às vezes pessoal, às vezes para muitas outras pessoas que nem sempre ficamos sabendo nessa vida terrena. Sendo assim, nada é em vão, tudo tem um propósito maior.

Então, por que se lamentar por um grão de areia no caminho, quando sabe-se que se pode alcançar a praia inteira? O pior sofrimento terreno é um grão de areia, e a praia é uma faísca do que Deus nos reserva no paraíso. E mesmo que não houvesse “praia”, estar com Deus, com Cristo eternamente, já será suficientemente maravilhoso e recompensador, muito mais que toda possível recompensa divina.

Alma-água

Gostei do termo “alma-água”. Tentando transformar a minha em uma.

Vamoquevamo 💪🙏🙏🙏☝

Por quê?

Minha tia faleceu ontem (11/11/17). Era muito querida e ainda com tanto pra viver. Um infarto a levou de repente. Ano passado foi minha prima, ano retrasado foi o meu pai. Aí me pergunto, porque não eu que estou toda capenga, acamada, cheia de dores no corpo e na alma? Sou tão ruim que nem a morte me quer?

Sei que pode ser pecado esses pensamentos, mas sou humana, e depois, até Jesus pediu ao Pai que lhe afastasse o cálice. Contudo também peço como Jesus que seja feita a vontade de Deus.

São Paulo apóstolo pediu por três vezes que lhe fosse afastado um “espinho na carne”, mas Deus enviou um anjo que lhe disse: “Basta-te minha graça, porque é na fraqueza que se revela totalmente a minha força” (II Cor 12, 9).

Então, o que peço de agora em diante é “dai-me a Vossa Graça, Senhor, que Vossa força seja revelada em todas as minhas fraquezas. Que igualmente não falte Vossa graça e força a todos os sofredores do mundo, em especial, nesse momento, para os mais chegados à minha tia, e dai-lhe a paz e o descanso eterno. Eu Vos agradeço. Amém.”

Vou morar numa tiny house

Está decidido, vou morar numa mini casa, uma tiny house, como chamam na América do Norte.

Gente, estou apaixonada por essas casitas sobre rodas, são simplesmente um sonho, uma mais linda que a outra 😍.

Você já imaginou o que significa morar em uma tiny house? Significa poder viver livre viajando mundo afora. Significa, por exemplo, não ter mais medo de que o governo, em nome do bem público, venha desapropriar nosso terreno para construir estradas ou sei lá o quê. Então, se isso acontecer, é só engatar a casa no carro e pegar a estrada.

Só pra ter uma ideia, as tiny houses raramente passam dos 40 m². E se for sobre rodas (que é o meu desejo), não passarão da largura e comprimento de um ônibus.

O bom das tiny houses é que não são tão baixas como um trailer tradicional, mas também não são mais altas que um caminhão poderia ser, já que devem passar tranquilamente embaixo dos viadutos sem risco de perder o telhado.

Lá dentro todo o espaço é calculado nos mínimos detalhes para aproveitar o máximo. Quantas pessoas podem habitar? As que couberem e quiserem (tem que ter vocação, né?). Vi vários vídeos com famílias até de quatro membros morando confortavelmente numa tiny house. Basta saber adequar o ambiente e ser feliz, livre, leve e solto.

Duvida?

O movimento das tiny houses é crescente na América do Norte, e timidamente está chegando no Brasil. Na verdade, porém, acho que já chegou há muito tempo, pois de morar em casa pequena o brasileiro entende, e como entende…

No entanto, o objetivo de morar numa tiny house está longe de ser o desconforto e aborrecimento, mas sim ter uma vida mais sustentável, simples, econômica e em harmonia com o meio ambiente, e é isso que me encanta.

Como sou cadeirante fiquei meio frustrada no início do meu projeto, pois cadeira de rodas ocupa muito espaço, né? Mas não vou desistir. Já vi vídeos com tiny houses com rampas! De qualquer qualquer forma, preciso primeiro comprar meu carro, aliás, preciso primeiro ter o dinheiro pra comprar o carro. Fim de ano está aí e vou, com certeza, ganhar na mega sena, aí está tudo resolvido. Se eu não ganhar esse ano, ganho ano que vem, ou no próximo… Bem, talvez demore um pouquinho.

Enquanto isso vou ficar aqui sonhando, porque sonhar não é pecado, né gente?

Crise da maconha

Ando preocupada se o governo resolver mesmo aprovar o uso da maconha.

O povo lá no ponto de ônibus esperando o transporte pra ir trabalhar, e chega um malandro puxando seu fuminho de maconha. Dá um bom trago, e solta em seguida a fumaça pestilenta.

Como sempre acontece, quem não fuma acaba respirando a fumaça dos outros.

Resultado, o pobre trabalhador acaba perdendo o emprego porque chegou no trabalho doidão. Vai ser uma crise de desemprego jamais vista neste país.